É a operação registral que consiste em seccionar uma área de terreno com ou sem benfeitorias, transformando-a em dois ou mais imóveis novos.

Doutrina

BALBINO FILHO, Nicolau. Direito imobiliário registral. São Paulo: Saraiva, 2001. p. 89