Caso seja impossível colher a impressão digital, deverá haver captura da imagem facial do interessado e tal circunstância deverá estar justificada no corpo do termo, sem prejuízo da assinatura de pessoa capaz a seu rogo e duas testemunhas desse fato, com a menção das circunstâncias no corpo do termo.

Legislação Correlata

CNCGJ/2013, art. 486, parágrafo único