Não há previsão normativa para o recebimento e processamento da suscitação de dúvida por meio da  Central de Atendimento Eletrônico (S@E- Sistema de Atendimento do Extrajudicial). Deve-se observar o procedimento do art. 493 do CNCGJ, em que "a suscitação de dúvida será autuada como procedimento administrativo e distribuída ao juiz dos registros públicos" (art. 414 do CNCGJ). Possibilita-se, ainda, a suscitação direta pelo interessado (dúvida inversa), devidamente representado por advogado (art. 416 do CNCGJ). Em qualquer hipótese, o pedido deverá ser autuado no SAJ.