É a forma pela qual o notário ou registrador formula questão, da qual não consiga encontrar solução à solicitação do usuário, ao juiz de registros públicos.

Legislação Correlata

CNCGJ, arts. 103, II, 421 e 491