Sempre por decisão fundamentada, poderá o órgão correicional proceder à designação de interventor fora da ordem estabelecida, e, em casos excepcionais, designar pessoa diversa das apontadas na lista.

Legislação Correlata

CNCGJ/2013, art. 86, § 5º