Sim, o fornecimento de certidão positiva de antecedentes funcionais dependerá de requerimento justificado e de ordem expressa do juiz diretor do foro, Vice-Corregedor-Geral ou Presidente do Conselho da Magistratura.