Caberá recurso ao Conselho da Magistratura da decisão proferida pelo juiz diretor do foro ou Vice-Corregedor-Geral. Se proferida pelo Conselho da Magistratura, o recurso deverá ser endereçado ao Órgão Especial do Tribunal de Justiça.